sábado, 2 de julho de 2011

idas e vindas...


Já desci do trem com vontade de nunca mais embarcar nele, mas sei que o meu caminho não termina nessa parada, e que devo seguir viagem. Por mais que seja aqui que eu gostaria de ficar, quietinha e feliz, sei que devo seguir, - não que não possa retornar uma vez ou outra - necessito conhecer tudo o que me espera mais á frente. Não excitei, fui calmamente até o vagão central, olhei com delicadeza tudo a minha volta, com um sorriso fraterno, - lembrando da minha ultima parada naquela estação -, eu sempre soube que o que me fazia sorrir estava nessa estação. Mas embarquei e segui viagem, ao contrário do meu coração. Sempre volto para revê-lo, e matar a saudade. E ele sempre soube o quão difícil pra mim, era partir, e eu sempre soube o quão difícil pra ele, era me ver partir, e juntos pensávamos "ainda haverá o dia que não terá partida, e que ficaremos juntos, até durar".

[Pietra Mariah]

Um comentário:

Gabriela F disse...

e que seja assim.