terça-feira, 14 de junho de 2011

“No fundo, mesmo lendo tanto, pensando tanto e filosofando tanto, a gente gosta mesmo é de quem é simples e feliz. A gente não se apaixona por quem vive reclamando e amassando jornais contra a parede. A gente se apaixona por esses tipinhos banais que vivem rindo. E a gente se pergunta: que é que ele tem que brilha tanto? Que é que ele tem que quando chega ofusca todo o resto?”
 
' Tati Bernardi '

3 comentários:

Carol. disse...

Verdade absoluta!
Pra começar, os opostos não se atraem. No final das contas, o que queremos mesmo é o comum, o "como nós mesmos", identificação e SIMPLICIDADE.
Deus te abençoe, Pi.
Beijos

Elisabete Lira disse...

Seu blog é muito interessante, estou te seguindo...

Tenha um lindo Dia!!!!


Siga meus blogs:http://cartasdeumcoracao.blogspot.com/

e

http://deusemminhaalma.blogspot.com/

Gaby Simioni disse...

Tudo muito lindo por aqui *-* seguindo :D